Vidaroyal's Blog

Moda, estilo de vida,beleza e estetica.

5 Dicas da lipoaspiração!

1 – Lipoaspiração não é técnica de emagrecimento. O paciente tem de estar próximo ao peso ideal. Se o paciente se preocupa mais com quantos litros vai ser retirado do que onde vai ser retirado, talvez o indicado fosse uma dieta.

2 – A técnica mais utilizada atualmente é a lipoaspiração úmida, que consiste na infiltração de uma solução de soro fisiológico e alguns medicamentos, na área que vai ser tratada. O objetivo é diminuir o sangramento, diminuindo a formação de hematomas que levam à fibrose e à dor. A retirada da gordura pode ser com ou sem a ajuda de aparelhos, como o Vibrolipo, que diminui o esforço físico do médico, mas, devido à vibração, diminui a sensibilidade do cirurgião.

3 – As vantagens de uma lipoaspiração é poder remodelar o corpo com um mínimo de cicatrizes talvez a cicatriz. As desvantagens não existem, o insucesso de uma lipoaspiração geralmente é fruto de uma má indicação. Lipo não trata flacidez e não emagrece ninguém.

4 – Antes de se submeter à cirurgia, programe-se para o pós-operatório. Reserve uma semana, afastado das atividades normais, mesmo que não esteja sentindo nenhum desconforto. Não vale a pena retornar as atividades antes de uma semana, a recuperação total fica mais lenta.

5 – A recuperação se divide em três fases. A primeira, de uma semana, requer o afastamento das atividades e muito repouso. A segunda, de sete a 30 dias, permite retorno às atividades normais. As restrições são se expor ao sol e evitar atividades físicas intensas. A terceira fase é após 30 dias, em que já temos mais de 80% do resultado. Aqui, a vida pode seguir normalmente. Em todas as etapas, é imprescindível o uso de cinta modeladora”.

maio 29, 2010 Posted by | beleza, cirurgia plastica, dicas de beleza, estetica corporal, imagem pessoal, vidaroyal | , | Deixe um comentário

A consulta na cirurgia plastica

A consulta com o Cirurgião Plástico é tão importante quanto a cirurgia em si! Nesta entrevista o médico e a paciente irão se conhecer. Por seu lado, o médico irá lhe perguntar o que a está incomodando, qual sua opinião e expectativa quanto ao resultado e quais as informações que você já tem sobre o assunto.exames gerais (sangue, RX de tórax e eletrocardiograma), e também exames específicos, caso necessário. 

Sabendo dos seus anseios e expectativas e a examinando com cuidado, ele irá orientá-la quanto ao resultado que pode ser obtido. Também estará atento, mapeando sua saúde em busca de possíveis alterações que precisem de tratamento ou avaliações de outros especialistas, antes de submetê-la a uma cirurgia.

Além das informações trocadas, serão pedidos

Da sua parte, você estará num momento onde todas as suas dúvidas devem ser esclarecidas. Neste contato, além das informações que você precisa, é muito importante que você sinta confiança no

profissional, além de segurança e clareza nas explicações que ele lhe dá. A boa sintonia entre a paciente e o médico é primordial para que ambos estejam totalmente de acordo sobre o tratamento e, principalmente, para que você adquira a tranqüilidade e a certeza de que está tomando a decisão correta. Caso não esteja se sentindo assim, ainda não é o momento certo para ser operada. Caso contrário, siga em frente e realize seu sonho!

Dia da Cirurgia
O Antes:  Pela manhã, ao acordar no dia da operação, tome um banho relaxante, não só para sua pele ficar limpa, mas também para combater o stress . Porém, não se esqueça que você não deve chegar com os cabelos molhados à sala de cirurgia.

Outro cuidado importante é não utilizar esmalte nas unhas, pois para se monitorar a quantidade de oxigênio do seu organismo, o anestesista utiliza uma espécie de dedal em uma das mãos ou pés. Por sua vez, a leitura que o dedal capta é justamente através das unhas que, se estiverem pintadas, impedirão esta avaliação que é de suma importância. Portanto, para se evitar que você chegue ao hospital e tenha que remover o seu esmalte com pressa e sem cuidado, danificando assim as suas unhas, faça isso em casa um dia antes!

Lembre-se também de chegar ao Hospital com 90 minutos de antecedência, pois assim você terá tempo para fazer sua internação e estar pronta para receber a equipe cirúrgica em seu quarto um pouco antes de ir para o centro cirúrgico.

Neste momento, o cirurgião conversará com você e com os seus familiares, dirimindo as últimas dúvidas. Fará então algumas marcações na sua pele com caneta apropriada, as quais servirão de parâmetros para o andamento da cirurgia. Em seguida, o anestesista lhe dará uma medicação sedativa para que você vá bem relaxada para o centro cirúrgico.

Ao chegar à sala de cirurgia você será posta na mesa cirúrgica e o anestesista irá puncionar ( pegar ) uma de suas veias para administrar soro e medicamentos. A anestesia (geral, peridural ou sedativa) é feita logo a seguir e você então estará pronta para iniciarmos sua operação.

O Durante
A cirurgia passa então a se desenrolar. Durante o ato, você estará sendo assistida pelo cirurgião e sua equipe, assim como pelo anestesista e pela enfermagem da sala operatória. Todos os parâmetros como oxigenação do sangue, batimentos cardíacos, movimentos respiratórios e diurese serão monitorados para que você esteja segura e a cirurgia seja bem conduzida. Ao término, você será assistida até recobrar todas as condições e aí ser levada ao seu quarto para junto de seus familiares.

O Depois
A sensação de sono irá lhe acompanhar por algumas horas. Em relação à dor, a maioria das pacientes não se queixa, pois utilizamos analgésicos e antiinflamatórios que aliviam os inchaços e dores.

A alta hospitalar será dada entre 12 a 24 horas na maioria dos casos, exceto naqueles poucos em que o procedimento for maior, nos quais ela será dada com 36 a 48 horas. Nos casos de reconstrução mamária, pode ser necessário de 3 a 4 dias. Você então receberá a receita das medicações a serem tomadas em casa e as orientações em relação aos primeiros 2 ou 3 dias seguintes referentes à alimentação, banho, atividades físicas, manuseio de drenos, cintas elásticas, curativos e contato com a equipe médica.

Após esse breve período, os retornos para curativos, retiradas de pontos e drenos no consultório serão iniciados. Nestes primeiros dias é importante que a paciente repouse, mesmo não sentindo nenhum grande desconforto. Esforços e movimentos bruscos podem causar rompimento de pontos, inchaço em excesso, sangramentos e dores. Por sua vez, caminhadas leves dentro de casa são recomendadas.

Na eventualidade de qualquer dúvida, a equipe cirúrgica deve ser contatada.

A segurança que a paciente precisa ter no pós-operatório está diretamente vinculada à presteza da equipe e à precisão de informações.

Esclarecimentos
– Deve-se manter jejum total (inclusive de água) por 8 horas antes da cirurgia. Pelo menos 48 horas de abstinência alcoólica.
– O ideal é que se suspenda o cigarro por pelo menos 30 dias antes da cirurgia.
– Evitar o uso de AAS, Aspirina e medicamentos anticoagulantes por 15 dias antes da cirurgia.
– Evitar o uso de Ginkobiloba por 15 dias antes da cirurgia.
– Deve-se informar ao médico sobre todos os medicamentos que se use rotineira ou esporadicamente.
– Informar também sobre possíveis alergias. Iinformar sobre o uso de drogas ilícitas.

janeiro 25, 2010 Posted by | cirurgia plastica | , | Deixe um comentário

Cirurgia Plástica

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Cirurgia Plástica

Aqui entre nós, uma plástica bem feita e bem escolhida nos ajuda – e muito, a encontrar a auto estima e a nos sentirmos belos. Com todo esse avanço tecnológico, a cirurgia plástica pode nos tranformar em outra pessoa, com bumbum bonito, seios ideais e contornos mais atraentes.

Existem várias razões porque as pessoas resolvem fazer uma cirurgia plástica. Algumas têm um pequeno defeito que já vem incomodando por anos ou recentemente, outras se preocupam com as mudanças ocasionadas pela gravidez, perda de peso, avanço da idade, etc… O importante é ter consciência de que a cirurgia plástica não resolve todos os problemas da vida, não deve ser utilizada como fuga de algum conflito seja ele familiar, amoroso, social, financeiro, etc etc etc.

A Plástica evoluiu muito nos últimos tempos. Cada vez mais frequente hoje, a prática de cirurgias combinadas corrige simultaneamente diversas imperfeições. As cicatrizes diminuíram bastante… mas apesar disso o resultado satisfatório vai depender de vários outros fatores como uma boa cicatrização, a capacidade do cirurgião de escolher a melhor técnica (corte), e principalmente o processo pré e pós operatório, os quais requerem cuidados como qualquer outra cirurgia.

O sucesso da sua plástica vai depender muito das suas escolhas. Então, antes de tomar qualquer decisão leia as importantes dicas abaixo, discuta e pense bem.

1- Escolha uma equipe médica e hospitalar de qualidade: Tenha conhecimento da formação do médico, a qualidade e quantidade de informação que ele te passa durante a consulta, a sensação de confiança e empatia com ele. O médico deve explicar cada procedimento e de que forma todo esse processo poderá melhorar sua aparência, deve usar termos compreensíveis e deixar você tranquilo e seguro. Deve ainda estar aberto para esclarecer todas as suas dúvidas. Pergunte sobre as complicações possíveis neste tipo de cirurgia e a probabilidade de ocorrerem com você. Esteja certo de que este é um profissional especializado no tipo de cirurgia que você deseja, se é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o tempo de experiência, se é ele mesmo quem fará toda a cirurgia. Peça fotos e recomendações de pacientes que fizeram o mesmo procedimento e o custo total de todo o processo, incluindo internação, anestesia, reparos e retoques futuros- se forem necessários.
Esteja atento se o hospital funciona de acordo com as normas da Vigilância Sanitária ( se possui certificado de normas rígidas de controle de infecção,centro cirurgico com infraestrutura adequada, com aparelhos compatíveis com os de uma UTI, e UTI móvel)

2- Tenha motivações e expectativas realistas: O objetivo da cirurgia plástica é melhorar a aparência de uma determinada região do corpo, de acordo com seu biotipo, textura de pele, cicatrização, peso e altura. O cirurgião não faz milagres (mesmo que em alguns casos a transformação seja da água para o vinho). Não adianta chegar ao consultório pedindo o bumbum da Juliana Paes ou a barriga da Adriana Bom Bom pois seu perfil é diferente do perfil de cada uma delas.Tenha consciência do próprio corpo.

3- Esteja em forma física e psicológica: A plástica deve ser feita no momento em que há maturidade de personalidade para encarar as fases do procedimento, porque a preparação e o pós-operatório de qualquer cirurgia plástica exigem disciplina. Sem contar que a região a ser operada tem que estar em condições ideais, tem que ter uma indicação muito precisa para aquele determinado procedimento.

4- Entenda os riscos: Os mesmos riscos eminentes de uma outra cirurgia: infecção, hemorragia, hematonas, quelóides, dentre outros fatores. Há também o risco adicional por expectativa não realista. Atente também quando a possibilidade de vocêe apresentar alguma doença que torne a anestesia e a cirugia complicadas.

5- Informe-se sobre a anestesia mais adequada: Especialistas da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica explicam que, na maioria dos casos, é utilizada a anestesia local associada a uma sedação venosa, acompanhada por um médico anestesiologista, mas se usa, também, a peridural e mais raramente a anestesia geral. Nas cirurgias abdominais e nas grandes lipoaspirações geralmente usa-se a anestesia peridural, que proporciona maior conforto e segurança para essas cirurgias. A anestesia geral fica reservada para um pequeno número de indicações ou, como raramente acontece, por preferência do paciente. Reações adversas à anestesia podem ocorrer. No caso de anestesia geral, a clínica em questão deve estar habilitada com uma unidade de tratamento intensivo para o caso de parada cardíaca. A presença do anestesista durante toda a cirurgia e a consulta prévia com este especialista é fundamental para a segurança do procedimento.

6- Medicamentos: O médico deve ser informado sobre todos os medicamentos utilizados no período pré operatório, mesmo um comprimido para gripe, pois durante a cirurgia serão administrados antiinflamatórios, antibióticos e analgésisos, havendo sempre o risco de imcompatibilidade dos ativos, podendo causar uma reação perigosa. Medicamentos para regime devem ser suspensos cerca de 20 dias(ou mais) antes da cirurgia.

7- Siga rigorosamente as orientações da equipe médica, cuide da alimentação e faça exercícios.

Dê tempo a si mesmo para tomar a decisão definitiva, não se deixe levar pelo impulso. Bom senso, cautela e informação são essenciais para obter resultados satisfatórios e surpreendentes!

janeiro 5, 2010 Posted by | cirurgia plastica | , | Deixe um comentário